Imagem

CARRO ZERO COM DINHEIRO NO BOLSO

Imagem

 

Combate das Marcas entra no embalo da Black Friday neste fim de semana  

Compradores vão concorrer a 10 vales-compras no valor de R$ 5 mil cada para gastar como quiser no Shopping Bela Vista.

 

O Combate das Marcas chega à 19ª edição recheado de novidades. É a primeira vez que será realizado na Black Friday, com opções de compra ainda mais vantajosas. A segunda boa notícia é que será sorteado R$ 50 mil em prêmios para quem comprar o seu zero quilômetro durante o evento. Para completar, esta será a maior edição da história, reunindo 12 marcas e 26 concessionárias em um só lugar.

 

Embalado na Black Friday, o Combate das Marcas estima comercializar nada menos que 800 unidades em três dias (23, 24 e 25 de novembro), aquecendo o segmento automotivo na Bahia. O evento acontece no estacionamento externo do Shopping Bela Vista, das 9 às 19h (sexta e sábado), e das 9 às 17h, no domingo.

 

Quem adquirir um carro no evento, ainda poderá levar para casa um dos 10 cartões de compra no valor unitário de R$ 5 mil que serão sorteados no dia 07 de dezembro. O valor pode ser usado para compras nas lojas do Shopping Bela Vista.

 

O Combate das Marcas 19 se destaca ainda por ser o maior em número de marcas e concessionárias presentes, ampliando ainda mais as opções de compra para o consumidor e tornando o poder de barganha ainda melhor.

 

No local, o consumidor encontrará as principais marcas de carro do mundo. E outra excelente notícia: haverá veículos para todos os bolsos e gostos, a partir de R$ 32.990 a R$ 259.990.

 

Aliás, quem for a esta edição do Combate, não faltará oportunidade de pechinchar e concretizar a compra com mais economia. “Aqui quem sai no lucro é o cliente, que entra em um verdadeiro e saudável combate pelo melhor preço. É garantia de satisfação”, afirma o gerente de uma das concessionárias, que promete apresentar excelentes ofertas, ainda guardadas a sete chaves.

 

Mais em contaSucesso no calendário do segmento automotivo baiano, tanto de público como em vendas, o Combate das Marcas deve atrair 9 mil pessoas para o espaço. “Sem dúvida, um incremento e tanto para a economia do Estado, que deve movimentar pelo menos R$ 40 milhões em negócios”, avalia Raimundo Valeriano, diretor da Regional Bahia da Fenabrave.

 

Em todas as dezoito edições, nestes sete anos, o Combate movimentou mais de R$ 950 milhões em negócios. Foram vendidos nada menos que 15,1 mil veículos neste período. Não por acaso, o evento se tornou um case de sucesso, amplamente reconhecido no segmento automotivo, nacionalmente.

 

Para se ter uma ideia, em julho deste ano, a 18ª edição do evento movimentou R$ 36 milhões em negócios. Nos três dias do Combate, realizado também no Bela Vista, foram vendidos 725 veículos das principais marcas mundiais. E mais de 8 mil pessoas passaram pelo local.

 

SERVIÇO:

O quê: Combate das Marcas 19.

Onde: Estacionamento do Shopping Bela Vista (área externa coberta ao lado do Kart).

Quando: 23, 24 e 25 de novembro (sexta a domingo). Das 9 às 19h (sexta e sábado); das 9 às 17h (domingo).

Entrada: Gratuita.

 

 

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO “COMBATE DAS MARCAS BLACK”

 

Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos no Estado da Bahia (“SINCODIV-BA”)

Avenida Juracy Magalhães, 66 – Ed. Tora – Salas 201 e 202 – Rio Vermelho

CEP 41940-060 – Salvador – BA

CNPJ/MF nº 15.244.213/0001-36

 

Condomínio Civil EULUZ/JHSF (“Shopping Bela Vista”)

Rua dos Rodoviários, S/N – Cabula

CEP 41150-125 – Salvador – BA

CNPJ/MF nº 14.847.663/0001-50

 

 

 

 

  1. CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

 

  • Esta promoção será realizada pelo Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos no Estado da Bahia (“SINCODIV-BA”), inscrito no CNPJ/MF sob o nº 15.244.213/0001-36, com sede na Avenida Juracy Magalhães, 66, Ed. Tora, Salas 201 e 202, Rio Vermelho, CEP 41940-060, na cidade de Salvador, no Estado da Bahia, em parceria com Condomínio Civil EULUZ/JHSF (“Shopping Bela Vista”), inscrita no CNPJ/MF nº 14.847.663/0001­-50, situado na Rua dos Rodoviários, S/N, Cabula, CEP 41.150-125, na cidade de Salvador, no Estado da Bahia, doravante denominada em conjunto de “Promotoras”.

 

  • Esta promoção é destinada a pessoas físicas, maiores de 18 (dezoito) anos, residentes e domiciliadas em território nacional, desde que validamente inscritas no Cadastro de Pessoas Físicas do Ministério da Fazenda (CPF/MF), que cumpram as condições de participação ora estabelecidas.

 

  • O período de participação para fins de compras e depósito dos cupons nas urnas será o compreendido entre os dias 23/11/2018 e 30/11/2018.

 

  • Durante esse período, o consumidor que adquirir 01 (um) automóvel 0Km de qualquer valor e/ou marca nas Concessionárias Participantes, relacionadas no Anexo I deste Regulamento, terá direito a receber 01 (um) cupom de participação para concorrer aos prêmios oferecidos nesta promoção.

 

  • Apenas serão válidas para fins de recebimento de cupons, as compras de automóveis 0Km, não sendo aceitas compras de usados ou semi-novos.

 

  • Não serão atribuídos cupons para compras realizadas antes do início da promoção, ainda que alguma parcela seja paga durante o período de participação.

 

  • De posse do cupom de participação, que será entregue no ato da venda, o cliente da Concessionária deverá preenchê-lo completa e corretamente com os seguintes dados: (a) nome completo; (b) data de nascimento no formato dd/mm/aaaa; (c) número do CPF/MF; (d) endereço completo com CEP; (e) telefone com DDD; (f) celular com DDD; (g) e-mail válido; (h) data da compra; (i) carro adquirido; (j) nome da Concessionária e (k) nome do vendedor que o atendeu.

 

  • Na sequência, deverá assinalar a resposta correta à pergunta da promoção “Qual o maior evento de venda de carros do Brasil?”, cujas respostas possíveis serão Combate das Marcas ou Outros.

 

  • Os clientes deverão depositar os cupons de participação devidamente preenchidos nas urnas que ficarão disponíveis nas Concessionárias Participantes até o dia 30/11/2018 de acordo com o horário de atendimento aos clientes.

 

  • Encerrado o período de participação, todos os cupons depositados nas urnas serão coletados em embalagens lacráveis e encaminhados para o endereço do SINCODIV-BA onde será mantido em ambiente isolado até o momento de realização da apuração.

 

  • O acesso aos cupons de participação será restrito às pessoas previamente credenciadas pelas Promotoras.

 

  • No momento da apuração, todas as embalagens com os conteúdos das urnas serão acondicionados em um único local com estrutura que possibilite que sejam misturados para que, então, se proceda à seleção dos cupons ganhadores.

 

  1. DESCRIÇÃO DOS PRÊMIOS

 

  • Nesta promoção serão oferecidos 10 (dez) prêmios, no valor total de R$50.000,00 (cinquenta mil reais), conforme descrito adiante.

 

  • 10 (dez) vales-compras, no valor unitário de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), entregues em cartões-presentes sem função saque, não recarregáveis, para utilização exclusiva dos ganhadores para pagamento de compras à vista nos estabelecimentos localizados no Shopping Bela Vista credenciados à bandeira do emissor.

 

  • Os cartões deverão ser utilizados de acordo com as regras específicas estabelecidas no Termo e Condições de Uso do emissor que será entregue aos contemplados.

 

  • A responsabilidade das Promotoras se encerra com a entrega dos cartões, sendo de responsabilidade exclusiva de cada ganhador a requisição do direito de garantia dos produtos/serviços adquiridos junto ao fornecedor escolhido, no caso de eventuais problemas, assim como qualquer acidente ou dano decorrente da utilização dos produtos/serviços adquiridos com os cartões recebidos.

 

  1. FORMA DE APURAÇÃO DOS GANHADORES

 

  • A apuração dos ganhadores ocorrerá às 16h do dia 07/12/2018, nas dependências do Shopping Bela Vista, situado na Rua dos Rodoviários, S/N, Cabula, CEP 41.150-125, na cidade de Salvador, no Estado da Bahia.

 

  • Na ocasião serão selecionados, manual e aleatoriamente, tantos cupons de participação quantos forem necessários para que encontrem 10 (dez) cupons válidos, cujos titulares, estando devidamente cadastrados e tendo cumprido todas as condições de participação, serão contemplados com os prêmios oferecidos nesta promoção.

 

  • A identificação dos ganhadores será acompanhada por pessoas de reconhecida capacidade para realizar esse tipo de trabalho, indicadas pelas Promotoras e a quem caberá a avaliação dos cupons selecionados, com decisão soberana sobre a sua validade e elaborará a respectiva Ata da Apuração, a ser posteriormente entregue à Representação de Promoções Comerciais da Caixa Econômica Federal (REPCO).

 

  • Os nomes dos ganhadores serão anunciados à viva voz, no momento da apuração e os contemplados serão comunicados sobre sua premiação no prazo de até 10 (dez) dias, contados a partir da data da apuração, por meio de telefonema, e-mail e/ou telegrama com aviso de recebimento (“AR”).

 

  • Qualquer pessoa, participante ou não, poderá assistir, gratuitamente, à apuração, no dia, local e horário indicados no Regulamento, após devidamente identificada por um documento oficial com foto e observada a lotação do local por medida de segurança dos presentes.

 

  1. HIPÓTESES DE EXCLUSÃO E DESCLASSIFICAÇÃO

 

  • Somente serão válidos os cupons que preencham todos os requisitos de participação, sendo certo que o não atendimento de quaisquer das seguintes condições, acarretarão a desclassificação imediata do participante, no ato da apuração: (a) cupons com dados incorretos ou incompletos; (b) cupons com resposta incorreta à pergunta da promoção; (c) cupons preenchidos de forma ilegível; (d) cupons de participantes que agiram fraudulentamente e/ou por meios escusos e/ou ilícitos para a obtenção de cupons e/ou consolidação da participação, (e) cupons que pertencerem às pessoas impedidas de participar, incluindo os menores de 18 (dezoito) anos e, ainda, (f) cupons que não tenham atendido a todas as condições de participação dispostas neste Regulamento, em especial a realização de compras nas Concessionárias Participantes dentro do período de participação.

 

  • O participante será excluído da promoção, a qualquer momento, em caso de tentativa de fraude, fraude comprovada ou qualquer outra forma ilícita e/ou emprego de meios escusos para a obtenção de benefício/vantagem, bem como em razão do não atendimento de quaisquer requisitos válidos de participação previstos no Regulamento, ainda que nem todas as suas participações tenham valido ou se consumado em tais condições.

 

  • Caso essa constatação ocorra no ato da apuração, haverá a desclassificação imediata do participante e um novo cupom será selecionado, até que se encontre um cupom válido com a indicação do ganhador correspondente. Em caso de verificação posterior, a desclassificação acarretará no recolhimento por parte das Promotoras o valor do prêmio aos cofres da União Federal.

 

  1. EXIBIÇÃO E COMPROVAÇÃO DE PROPRIEDADE DOS PRÊMIOS

 

  • A comprovação de propriedade dos prêmios será feita dentro do prazo legal por meio de documentos que ficarão disponíveis no Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos no Estado da Bahia (“SINCODIV-BA”), inscrito no CNPJ/MF sob o nº 15.244.213/0001-36, com sede na Avenida Juracy Magalhães, 66, Ed. Tora, Salas 201 e 202, Rio Vermelho, CEP 41940-060, na cidade de Salvador, no Estado da Bahia, conforme determina o artigo 15, § 1º do Decreto 70.951/72, por meio de documentos que serão apresentados à Representação de Promoções Comerciais da Caixa Econômica Federal (REPCO), no momento da prestação de contas.

 

 

  • Conforme a Lei nº 11.196, de 21/11/05, art. 70, inciso 1º, letra b, item 2, as Promotoras recolherão 20% de IRRF sobre o valor do prêmio, até o 3º dia útil subsequente ao decêndio de ocorrência do fato gerador, por meio de guia DARF, na rede bancária, com o código de receita 0916.

 

  1. PROCEDIMENTO DE ENTREGA DOS PRÊMIOS

 

  • Os prêmios serão entregues sem qualquer ônus aos ganhadores em dia e hora previamente agendados com os contemplados, dentro do prazo de até 30 (trinta) dias contados da data da apuração no endereço da sede do SINCODIV-BA, na Avenida Juracy Magalhães, 66, Ed. Tora, Salas 201 e 202, Rio Vermelho, CEP 41940-060, na cidade de Salvador, no Estado da Bahia.

 

  • No ato da entrega, cada ganhador deverá apresentar uma cópia do seu RG e do seu CPF e assinar o Termo de Quitação e Entrega de Prêmio em 02 (duas) vias, que serão devolvidas às Promotoras.

 

  • Em nenhuma hipótese, os prêmios poderão ser trocados por dinheiro.

 

  • Não sendo encontrado ou caso não se obtenha contato com algum ganhador no prazo legal de 180 (cento e oitenta) dias contados a partir da data da apuração, ocorrerá a perda do direito ao prêmio, sendo o valor correspondente recolhido, pelas Promotoras ao Tesouro Nacional, como renda da União, no prazo legal.

 

  • Na eventualidade de algum ganhador vir a falecer antes da entrega do prêmio, o respectivo prêmio será entregue ao espólio, na pessoa do seu inventariante. Não havendo processo de inventário, será entregue a um dos herdeiros do contemplado, com consentimento dos demais, desde que devidamente comprovada esta condição por meio de documentação que o legitime, de acordo com a legislação vigente, e desde que exercido tal direito em até 180 (cento e oitenta) dias, sob pena do prêmio vir a ser recolhido como renda para a União.

 

  1. DIVULGAÇÃO DA PROMOÇÃO

 

  • A divulgação desta promoção poderá ser feita, a critério das Promotoras, por meio de anúncios em TV, rádio, materiais de ponto de venda, materiais impressos e pela internet, nas redes sociais e no site das Promotoras.

 

  • O Número do Certificado de Autorização CAIXA será divulgado no Regulamento que ficará disponível para consulta dos participantes e interessados em http://fenabraveba.com.br/noticiais durante todo o período de participação.

 

  • A divulgação dos nomes dos ganhadores será feita em até 20 (vinte) dias úteis, contados da data da apuração no site da Mandatária.

 

 

 

  1. DISPOSIÇÕES GERAIS

 

  • A presente distribuição de prêmios é gratuita, não cabendo qualquer ônus aos ganhadores.

 

  • Os ganhadores autorizam, desde já, como consequência da conquista dos seus prêmios, a utilização gratuita pelas Promotoras, de seu nome, imagem, som de voz, em qualquer um dos meios por elas escolhidos, pelo período de 12 (doze) meses, contados do término da promoção e, assim como os participantes, autorizam, também, a utilização de seus dados, como endereço físico, eletrônico, telefone e demais dados constantes do cupom, desde que não fira o Código do Consumidor, com o propósito de formação e/ou atualização de cadastro das Promotoras, reforço de mídia publicitária e divulgação do evento em referência, sem nenhum ônus para esta, sendo certo, porém, o comprometimento da não comercialização e a não cessão, ainda que a título gratuito.

 

  • Não poderão participar desta promoção: (i) as pessoas jurídicas; (ii) as pessoas físicas menores de 18 anos, sem inscrição no CPF, conforme as cidades indicadas no Regulamento; (iii) os diretores, administradores e funcionários do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos no Estado da Bahia; da Agência Soma Marketing e do escritório M.Godoy Consultoria Jurídica em Comunicação Publicitária, sendo a identificação dessas pessoas realizada no momento do sorteio, por meio do banco de dados do departamento de Recursos Humanos e de consulta à listagem fornecida pelas demais empresas.

 

  • As Promotoras não se responsabilizarão por eventuais prejuízos que os clientes venham a sofrer em decorrência de sua participação nesta promoção, oriundos de fatos decorrentes de caso fortuito ou força maior e/ou ações de terceiros, sobre os quais não possa exercer qualquer controle.

 

  • É dever de todos os participantes informar dados pessoais atualizados em seus cupons de participação uma vez que essas informações serão utilizadas para identificação e localização do contemplado e a consequente entrega do prêmio.

 

  • As Promotoras não poderão ser responsabilizadas se ficarem impossibilitadas de fazer o contato com o contemplado e/ou de realizar a entrega do prêmio em razão do forneceimento de dados cadastrais incorretos no momento do preenchimento do cupom.

 

  • A participação nesta promoção caracteriza a aceitação total e irrestrita de todos os termos e condições do Regulamento, servindo, ainda, como declaração de que o participante não tem qualquer impedimento para receber a premiação.

 

  • Eventuais dúvidas e controvérsias oriundas dos participantes da promoção serão, preliminarmente, dirimidas pelas Promotoras. Persistindo-as, deverão ser submetidas ao órgão responsável pela autorização e as eventuais reclamações fundamentadas deverão ser dirigidas ao PROCON regional.

 

  • Esta promoção está de acordo com a legislação vigente (Lei nº 5.768/71, regulamentada pelo Decreto nº 70.951/72 e Portaria MF nº 41/08). Certificado de Autorização CAIXA nº 6-8166/201


ANEXO I

 

RELAÇÃO DE CONCESSIONÁRIAS PARTICIPANTES

Razão Social Nome Fantasia CNPJ
Cresauto Veículos S/A Cresauto 14.552.558/0001-94
Fiori Veicolo S.A Fiori Veicolo S.A 35.715.234/0004-42
Columbia Comércio de Veículos Ltda Columbia 07.975.753/0001-61
GNC Automotores Ltda Grande Bahia Norte 04.798.469/0003-30
GNC Automotores Ltda Grande Bahia 04.798.469/0001-79
Retirauto Veículos e Peças Ltda Retirauto 13.022.116/0001-73
Baviera Veículos Ltda Baviera 05.883.736/0001-79
Bremen Veículos S.A Bremen 16.355.380/0006-21
SA Nacional de Veículos Ltda Sanave 15.226.699/0001-80
Indiana Veículos Ltda Indiana 40.606.402/0001-59
Indiana Veículos Ltda Indiana 40.606.402/0007-44
Morena Veículos Ltda Morena 00.371.208/0001-17
Revisa Revend. de Veículos e Implems de Salvador Ltda Revisa 15.237.373/0001-58
Brune Veículos Ltda Brune 10.674.804/0001-20
Eurovia Veículos S/A Eurovia Renault 02.671.595/0005-66
Nova Bahia Comércio de Veículos Ltda Nova Bahia 20.863.954/0001-35
Danton Veículos Ltda Danton 02.566.803/0003-03
GNC Comércio de Veículos Ltda Terra Forte 09.564.676/0001-82
Guebor Comercial Distribuidora Ltda Guebor 15.137..417/0001-78
Eurovia Automóveis e Utilitários S/A Eurovia Nissan 04.109.834/0003-52
Fazza Motors Comércio de Veículos Ltda Grande Coreia 12.350.398/0002-56
CAOA Motor do Brasil Ltda Caoa 16.794.464/0029-58
Hyundai Caoa do Brasil Ltda Caoa 03.518.732/0063-69
VMS Veículos Ltda MG Veículos 05.194.945/0001-05
Yellow Mountain Distribuidora de Veículos Ltda D21 Motors 29.402.622/0023-33
Gaulesa Veículos Ltda Gaulesa Veículos 13.399.638/0001-99

 

 

CDM18

Carro zero na garagem!

Combate das Marcas aquece vendas de veículos na Bahia neste fim de semana  

 Estimativa é de que 900 automóveis sejam vendidos em apenas três dias, de 27 a 29 de julho, no Shopping Bela Vista.

 

A 18ª edição do Combate das Marcas promete aquecer as vendas no segmento automotivo na Bahia neste fim de semana. De sexta (27) a domingo (29), no Shopping Bela Vista, em Salvador, a maior operação de veículos novos do Estado deve comercializar nada menos que 900 unidades.

Nesta edição, o consumidor encontrará diversas novidades, como planos sem entrada, bônus de até R$ 20 mil e os maiores lançamentos do ano.  “O momento é bastante favorável à compra do carro zero. As condições de compra são altamente vantajosas”, dispara Raimundo Valeriano, diretor da Regional Bahia da Fenabrave.

A expectativa, conforme o executivo, além da venda de 900 carros em três dias, é que o Combate atraia 9 mil pessoas para o evento, que acontece em área coberta ao lado do Kart do shopping situado no bairro do Cabula. “Sem dúvida, um incremento e tanto para a economia baiana, que deve movimentar pelo menos R$ 48 milhões em negócios”, assinala.

No local, o consumidor encontrará as principais marcas de carro do mundo. E outra excelente notícia: haverá veículos para todos os bolsos e gostos, a partir de R$ 27.990 a R$ 240.000. O funcionamento é das 9 às 19 horas, nos dias 27 e 28 (sexta e sábado), e das 9 às 17 horas no dia 29 (domingo).

Mais em conta – Sucesso no calendário do segmento automotivo, tanto de público como em vendas, o Combate das Marcas garante a aquisição do zero quilômetro a preço mais em conta. “O cliente barganha, pechincha, entra em um verdadeiro e saudável combate. E sai sempre satisfeito porque economiza”, afirma o gerente de uma das concessionárias, que garante apresentar boas ofertas, ainda guardadas a sete chaves.

Quem oferece o usado como entrada, também leva vantagem. O veículo é bem avaliado no local. Quem opta por financiar o novo produto, se depara com as melhores taxas de financiamento do mercado e as mais viáveis formas de parcelamento. “Certo é que todos saem satisfeitos por terem fechado um bom negócio”, pontua o gerente de outra concessionária.

Em todas as dezessete edições, nestes 7 anos, o Combate movimentou mais de R$ 950 milhões em negócios. Foram vendidos nada menos que 14,6 mil veículos neste período. Não por acaso, o evento se tornou um case de sucesso, amplamente reconhecido no segmento automotivo.

Para se ter uma ideia, em março deste ano, a 17ª edição do evento movimentou R$ 40 milhões em negócios. Nos três dias do Combate, realizado também no Bela Vista, foram vendidos 854 veículos das principais marcas mundiais. E mais de 8 mil pessoas passaram pelo local.

 

Serviço:

O quê: Combate das Marcas 18.
Onde: Estacionamento do Shopping Bela Vista (área externa coberta ao lado do Kart).
Quando: 27, 28 e 29 de dezembro (sexta a domingo). Das 9 às 19h (sexta e sábado); das 9 às 17h (domingo).
Entrada: gratuita

Link to this post
pbx4310

Teste: Hyundai Creta, utilitário e esportivo

Hyundai Creta vai além do porte e da versatilidade de um SUV compacto: anda bem e é bom de dirigir

(Por Henrique Rodriguez – Quatro Rodas)

SUVs são como jeans: sabendo usar, servem para qualquer ocasião. Para ir ao shopping, ao sítio ou ao parque. Ninguém reclama do tamanho e da altura, mas os SUVs não encolhem com água quente. São os carros da moda, os modelos que 36% das pessoas veem como ideais para si, segundo pesquisa da QUATRO RODAS com 3.000 entrevistados.

A Hyundai sabe muito bem que SUVs estão em alta. É dela uma das maiores gamas do segmento: além de duas carrocerias de Santa Fe, vende três gerações do Tucson (incluindo o ix35) na mesma concessionária. Só estava devendo um SUV compacto, justamente o que mais se vende hoje.

É aí que o Creta entra na história. Com motores 1.6 e 2.0 e preços entre R$ 72.990 e R$ 99.490, ele promete noites mal dormidas para todos os modelos do segmento, desde Ford EcoSport e Renault Duster até Jeep Renegade Honda HR-V.

Traseira tem linhas que remetem ao New Tucson

(Traseira tem linhas que remetem ao New Tucson – Pedro Bicudo)

É o primeiro SUV compacto global da Hyundai e o primeiro vendido pela Hyundai Motor Brasil – os outros são responsabilidade da Hyundai-Caoa. Ele nasce na fábrica de Piracicaba (SP), a mesma do HB20. Mas sua plataforma é diferente, vem do Elantra e do Kia Soul, e 33% de seu aço é de ultrarresistência, algo importante para quem busca por bons índices de segurança (mas a marca não divulgou nenhuma avaliação em crash tests).

O design não é arrebatador, mas tem imponência – mais até do que os vendidos na Rússia e Índia. Nosso Creta tem grade maior (com borda cromada nas versões automáticas) e para-choque com linhas mais elaboradas. Até lembra o Santa Fe de frente.

A traseira, com lanternas horizontais e placa na base da tampa do porta-malas, tem muito do New Tucson. Só no Brasil as lanternas têm a lente transparente para seta, luz de ré na base (não no meio), a régua da placa é cromada e o para-choque traseiro tem refletores na parte sem pintura.

Os iniciados em Hyundai sentirão algum déjà-vu ao entrar no Creta. Simétrico, o painel tem o rádio no centro, ladeado pelas saídas de ar. O ar-condicionado fica em nicho próprio, como no New Tucson.

Revestimento de couro é sempre marrom

(Revestimento de couro é sempre marrom – Pedro Bicudo)

Olhando no espelho

O irmão maior também parece ter servido de inspiração para a qualidade da montagem e da costura dos bancos, que não são irregulares. O New Tucson também tem plásticos duros, mas os do Creta brilham ao sol como os de um HB20. Além dos reflexos no para-brisa, afetam a percepção de qualidade.

Computador de bordo com controle de funções é item de série na Prestige

(Computador de bordo com controle de funções é item de série na Prestige – Pedro Bicudo)

Comandos no volantes estão disponíveis em todas as versões

(Comandos no volantes estão disponíveis em todas as versões – Pedro Bicudo)

Para o motorista, há volante com ajuste de altura e profundidade e banco com grande variação de altura. Para os passageiros do banco de trás, espaço correto para as pernas e assentos bem anatômicos. O túnel central é baixo e há três encostos de cabeça e cintos de três pontos, mas quem se sentar no meio poderá reclamar de espaço para os ombros.

Para o motorista, há volante com ajuste de altura e profundidade e banco com grande variação de altura

(Para o motorista, há volante com ajuste de altura e profundidade e banco com grande variação de altura – Pedro Bicudo)

Bom espaço interno e há saída de ar-condicionado para o banco traseiro

(Bom espaço interno e há saída de ar-condicionado para o banco traseiro – Pedro Bicudo)

Por chegar tarde ao segmento dominado por Honda HR-V e Jeep Renegade, a Hyundai se esforçou para ter algo diferente no Creta. São as saídas de ar para o banco de trás e banco do motorista ventilados, raros até entre os SUVs médios. Bem, paga-se o preço de um para ter isso: a versão topo de linha, Prestige 2.0, custa R$ 99.490 – R$ 500 a menos que um ix35 básico – e também é a única com central multimídia e couro.

Versão Prestige é a única com central multimídia e câmera de ré

(Versão Prestige é a única com central multimídia e câmera de ré – Pedro Bicudo)

O motor 2.0 é exatamente o mesmo do ix35, com 166 cv e 20,5 mkgf no etanol. Mas o 1.6 é diferente daquele do HB20: no Creta, tem duplo comando de válvulas variável (Dual-CVVT), o que melhora o desempenho, ainda que não se traduza em tanta potência: são 130 cv e 16,5 mkgf, só 2 cv a mais e o mesmo torque máximo, com a vantagem de estar disponível às 4.500 rpm, não em 5.000 rpm. Tanto o 1.6 como o 2.0 têm partida a frio sem tanquinho e start-stop, com funcionamento bem discreto por sinal.

Motor 2.0 flex é o mesmo do ix35

(Motor 2.0 flex é o mesmo do ix35 – Pedro Bicudo)

Completa, a versão Prestige é a mais pesada. Ainda assim, com 1.399 kg, é 101 kg mais leve que um ix35. O motor 2.0 tira de letra, e o Creta embala rápido até demais. Seja delicado com o acelerador ou o câmbio fará trocas só entre 3.500 e 4.000 rpm. Melhor deixar que antecipe as trocas para reduzir as rotações do motor. Os ouvidos serão gratos: o isolamento acústico é bom até as médias rotações, mas não consegue conter o ruído do motor em regime elevado.

Estradeiro

Potência e torque que sobram na cidade ajudam na estrada. O motor tanto trabalha em confortáveis 2.500 rpm a 120 km/h quanto garante boas retomadas. O câmbio faz sua parte: reduz as marchas rápido, sem as segurar por muito tempo após uma ultrapassagem, por exemplo.

Na versão Pulse 1.6 automática, não dá para dosar tanto o pé. O câmbio explora ao máximo as primeiras marchas nas acelerações, mas a terceira é a mais utilizada em trajetos urbanos. Não sobra força, mas há o suficiente para não se estressar.

O motor 1.6 (que utiliza o mesmo câmbio automático de 6 marchas do 2.0) só mostra alguma limitação na estrada, em retomadas e acelerações – principalmente depois de romper a barreira dos 100 km/h. Se não tivesse dirigido o 2.0 antes, isso nem seria tão evidente.

Porta do Creta é igual ao do velho Tucson

(Porta do Creta é igual ao do velho Tucson – Pedro Bicudo)

Se você já teve a oportunidade de dirigir um HB20, não espere por uma dinâmica parecida. O Creta não tem aquele rodar seco. Pelo contrário: surpreende pela suavidade. As suspensões, do tipo McPherson na dianteira e de eixo torção na traseira, filtram irregularidades de um calçamento de pedras e não deixam os passageiros sentir o impacto seco com uma lombada, mas são firmes o suficiente para não permitir que a carroceria incline demais em curvas.

A direção elétrica é leve em manobras, mas pesada em alta velocidade. Passa segurança, mas parece artificial demais. É a pegada que se espera de um hatch esportivo, mas não em um SUV que nem borboletas para trocas sequenciais tem.

O desempenho é bom, mas equipamentos importantes estão restritos às versões mais caras (veja o descritivo de todas as configurações mais abaixo). Ainda assim, a Hyundai espera ver entre 3.500 e 4.000 Creta ganhando as ruas por mês. Se ela está certa, saberemos depois.

Porta-malas conta com 431 litros

(Porta-malas conta com 431 litros – Pedro Bicudo)

Veredicto

Dinâmica a hatch médio é o grande destaque do Hyundai Creta, junto do esperto motor 2.0. Mas limita muitos equipamentos importantes à versão mais cara.

Teste de pista (com gasolina)

  • Aceleração de 0 a 100 km/h: 10,8 s
  • Aceleração de 0 a 1.000 m: 32,1 s
  • Retomada de 40 a 80 km/h (em D): 4,4 s
  • Retomada de 60 a 100 km/h (em D): 5,8 s
  • Retomada de 80 a 120 km/h (em D): 7,4 s
  • Frenagens de 60 / 80 / 120 km/h a 0: 16,7 / 28,3 / 64,3 m
  • Consumo urbano: 8,2 km/l
  • Consumo rodoviário: 12,7 km/l

Ficha técnica – Hyundai Creta Prestige 2.0

  • Preço: R$ 99.490
  • Motor: flex, diant., transv., 4 cil., 1.999 cm3, 16V, DOHC, CVVT, 166/156 cv a 6.200 rpm, 20,5/19,1 mkgf a 4.700 rpm
    Câmbio: automático, 6 marchas, tração dianteira
  • Suspensão: McPherson (diant.) e eixo de torção (tras.)
  • Freios: discos ventilados (diant.) / tambor (tras.)
  • Direção: elétrica
  • Rodas e pneus: 215/60 R17
  • Dimensões: comprimento, 427 cm; largura, 176, cm; altura, 163 cm; entre-eixos, 259 cm; peso, 1.399 kg; tanque, 55 l; porta-malas, 521 l

 

A cara do Creta 1.6

Sem mimos, o 1.6 tem faróis sem leds

Sem mimos, o 1.6 tem faróis sem leds (Pedro Bicudo)

A versão 1.6 traz painel preto, bancos em tecido, rádio simples com Bluetooth, ar-condicionado manual e quadro de instrumentos mais simples

A versão 1.6 traz painel preto, bancos em tecido, rádio simples com Bluetooth, ar-condicionado manual e quadro de instrumentos mais simples (Pedro Bicudo)

Motor 1.6 utiliza o mesmo câmbio automático de 6 marchas do 2.0

Motor 1.6 utiliza o mesmo câmbio automático de 6 marchas do 2.0 (Pedro Bicudo)

Versões e preços do Hyundai Creta

ATTITUDE 1.6

Manual: R$ 72.990

Automático: R$ 69.990*

Start-stop, direção elétrica, travas elétricas, volante com ajuste de altura eprofundidade, retrovisores externos elétricos e repetidores de seta, rodas de liga de 16″, monitor de pressão dos pneus isofix.

* Versão exclusiva para portadores de necessidades especiais (PNE)

PULSE 1.6

Manual: R$ 78.290

Automático: R$ 85.240

Soma controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa sensor de estacionamento traseiro. A versão automática ainda ganha piloto automático e rodas aro 17 diamantadas.

PULSE 2.0

Automático: R$ 92.490

Adiciona faróis com projetor e DRL de leds, faróis com iluminação lateral (Cornering Light), saídas de ar-condicionado para o banco traseiro e abertura e fechamento dos vidros elétricos pela chave.

PRESTIGE 2.0

Automático: R$ 99.490

Única com couro (marrom), seis airbags, banco do motorista ventilado, ar automático digital, computador de bordo mais completo, retrovisores rebatíveis eletricamente, faróis automáticos, central com GPS e câmera de ré.

destaque-cores-black

Novo Jeep Compass chega ao mercado abaixo de R$ 100 mil

O Jeep Compass chegou à terceira geração e já está sendo produzido no Brasil. É o terceiro veículo que sai da fábrica da FCA (Fiat Chrysler Automobiles) em Goiana, Pernambuco. O primeiro foi o Jeep Renegade e o segundo foi a picape Fiat Toro. A missão do novo Compass é ousada: colocar a Jeep na liderança mundial de SUVs/crossovers médios. E o mercado brasileiro é fundamental nessa estratégia. A FCA projeta um mercado de 132 mil SUVs médios para o Brasil em 2020, num total de 540 mil veículos desse segmento. O carro terá duas versões com motor a diesel e tração 4×4 e três configurações com motor 2.0 flex e tração 4×2.

As versões do Jeep Compass são as seguintes: Sport (R$ 99.990), Longitude Flex (R$ 106.990), Limited Flex (R$ 124.990), Longitude Diesel (R$ 132.990) e Trailhawk Diesel (R$ 149.990). As vendas começam no dia 5 de novembro. No resto do mundo, o novo Compass será lançado somente no início de 2017.

Segundo a Jeep, o Compass será a ponte entre seu modelo de entrada nacional (Renegade) e os de luxo importados (Cherokee, Grand Cherokee e Wrangler). O Compass era muito parecido com o Renegade em seus pós os primeiros esboços de design, mas adquiriu uma identidade própria ao longo de seu desenvolvimento e ficou mais próximo do Grand Cherokee. A plataforma é a mesma do Renegade, assim como o conjunto motor/câmbio (nas versões a diesel) e os sistemas de direção, suspensão e freios. A capacidade off-road é compatível com o DNA da marca.

Em relação ao Renegade, o Compass vai além: seu espaço interno é mais generoso, o porta-malas tem 410 litros (388 na versão Trailhawk). Seu design é agradável e equilibra com muito mais competência a esportividade de um aventureiro, a robustez de um SUV e a elegância de um carro familiar.

O carro tem linhas sóbrias e um capô aerodinâmico. A assinatura em LED dos faróis lembra o desenho do corpo humano. E as luzes diurnas (DRL) ficam na parte de baixo do para-choque. Visto de lado, ele tem caixas de rodas proeminentes e linha de cintura ascendente, enquanto a linha do teto é descendente e termina de forma suave no vidro traseiro. Na traseira, o Compass exibe lanternas bem largas, também com assinatura de LED. O teto pode ser panorâmico na versão Longitude, que têm rodas aro 18. Na Trailhawk são de 17”.

Por dentro, a tela multimídia tem 8,4” nas versões avaliadas, com ar-condicionado digital e piloto automático adaptativo. O volante é multifuncional, de couro, com pegada grossa. O quadro de instrumentos tem computador de bordo de 3,5” na Longitude e de 7” colorido oito telas na Trailhawk. A versão tipo de linha vem com sete airbags, assistente de ponto cego, farol alto/baixo automático, sistema de freios anticolisão e controle anticapotamento. O motor tem partida remota apertando duas vezes a chave.

Segundo a Jeep, uma das vantagens de seu novo SUV nacional é ter uma tração integral completa (4WD e não AWD), com reduzida e bloqueio do diferencial. No Compass, o sistema fica no modo Auto (distribui eletronicamente a tração de acordo com a necessidade) e pode ser alterado para Snow (piso escorregadio), Sand (areia), Mud (lama) e Rock (pedriscos). O carro também está equipado com o sistema de controle de descida (HDC). Só no Brasil, a engenharia da FCA dedicou quase 500 mil horas no desenvolvimento do novo Jeep Compass.

Segundo Alexandre Clemes, gerente de marketing de produto, “o Compass está para o Brasil assim como o Grand Cherokee está para os Estados Unidos”. Isso significa que o modelo brasileiro tem itens só encontrados em carros mais caros. Na Motor Show impressa, que chega às bancas na primeira semana de outubro, fizemos um comparativo que mostra as vantagens do Compass diante de alguns rivais mais caros, como os alemães Audi Q3, BMW X1 e Mercedes-Benz GLA.

FICHA TÉCNICA
Motor: 4 cilindros em linha 2.0, 16V, turbo, injeção direta
Cilindrada: 1956 cm3
Combustível: diesel
Potência: 170 cv a 3.750 rpm
Torque: 35,7 kgfm a 1.750 rpm
Câmbio: automático, nove marchas, sequencial
Direção: elétrica
Suspensões: McPherson (d) multilink (t)
Freios: disco ventilado (d) e disco sólido (t)
Tração: 4WD (integral com bloqueio de diferencial)
Dimensões: 4,416 (c), 1,819 m (l), 1,654 m (a)
Entre-eixos: 2,636 m
Pneus: 225/60 R17 (Trailhawk) e 225/55 R18 (Longitude)
Porta-malas: 410 litros (388 litros na Trailhawk)
Tanque: 60 litros
Peso: 1.751 kg
0-100 km/h: 10s0
Velocidade máxima: 194 km/h
Consumo cidade: 11,4 km/l
Consumo estrada: 9,8 km/l

Fonte: http://motorshow.com.br/novo-jeep-compass-chega-ao-mercado-com-preco-abaixo-de-r-100-mil/

NISSAN13 - RJ - 26/01/2015 - NISSAN/FABRICA - ESPECIAL DOMINICAL PARA ECONOMIA OE - Especial sobre a Linha de montagem da fábrica da Nissan, em Resende, no sul do Estado do Rio de Janeiro. Inaugurada em abril de 2014, a fábrica é a primeira planta da montadora japonesa no Brasil. Com capacidade de produção de 200 mil veículos e 200 mil motores por ano, a unidade recebeu investimentos de R$ 2,6 bilhões. Foto: MARCOS DE PAULA/ESTADÃO

Faturamento das autopeças recua 2,6%

De janeiro a julho o faturamento líquido nominal das 64 empresas associadas ao Sindipeças — universo que representa 32,1% do faturamento total da indústria de autopeças no Brasil —, registrou queda de 2,62% em relação ao mesmo período do ano passado. O dado faz parte do Relatório da Pesquisa Conjuntural elaborado pela entidade divulgado na semana passada.

No período, o faturamento originado pelas vendas para as montadoras apresentou queda de 6,07%, enquanto as vendas para os mercados de reposição e intrassetorial registraram altas de 3,22% e de 13,42%, respectivamente. Ainda de acordo com a pesquisa, as exportações em reais recuaram 0,15%, mas quando convertidas em dólares resultaram em queda de 17,3%.

Em julho as vendas para as montadoras responderam por 62,2% na composição do faturamento, seguido pelo mercado de reposição, com fatia 17,5%, exportações, 16,8% e intrassetorial, 3,5%.

Também o emprego no setor apontou queda de 15,54% no período de janeiro a julho, o que influenciou o avanço da capacidade ociosa em 14,17 pontos porcentuais.

BOLETIM AUTODATA – RESULTADO – São Paulo – SP – 27/09/2016 – Pág. 12

renault-nissan_microsoft

Aliança Renault-Nissan fecha parceria com a Microsoft

A Aliança Renault-Nissan fechou parceria global de longo prazo com a Microsoft para desenvolvimento conjunto de tecnologias de conectividade para automóveis. A plataforma Azure, criada pela gigante de software, será adotada nos modelos produzidos pela montadora para agregar os serviços que serão gerados a partir dessa união.

O objetivo da Aliança é desenvolver tecnologias de conectividade e equipamentos que colaborem com os mais de dez veículos autônomos que pretende lançar até 2020. A ideia é que os usuários dos automóveis tenham acesso mais fácil às ferramentas do trabalho, entretenimento e redes sociais, além de poderem compreender melhor as necessidades dos automóveis com diagnósticos remotos e manutenção preventiva.

De acordo com comunicado divulgado pela Renault-Nissan, esses serviços melhoram a experiência do consumidor por meio de navegação avançada, manutenção preventiva, serviços centrais dos veículos, monitoramento dos equipamentos do carro, experiências moveis externas e atualizações via nuvem.

“Os carros estão se tornando cada vez mais conectados, inteligentes e pessoais”, afirmou em nota Ogi Redzic, vice-presidente da Aliança Renault-Nissan para veículos conectados e serviços de mobilidade. “A parceria com a Microsoft nos permite acelerar o desenvolvimento de tecnologias-chave fundamentais para permitir criar os cenários que nossos consumidores querem e construir modelos 100% novos que eles ainda nem imaginaram. Temos como foco nos tornar fornecedor de mobilidade conectada para todos com uma única plataforma global”.

BOLETIM AUTODATA – CONECTIVIDADE – São Paulo – SP – 27/09/2016 – Pág. 10

h092929-f00000-l367-2000x0

Chineses mostram carros a energia solar

A empresa chinesa Hanergy, que trabalha em energias renováveis (solar, eólica e hídrica), apresentou quatro protótipos de carros elétricos com painéis solares fotovoltaicos.

Estes automóveis podem ser carregados enquanto estão a ser conduzidos ou também podem ser ligados a estações de eletricidade para viagens mais longas ou quanto o sol estiver nublado. O objetivo é iniciar a produção em série nos próximos três anos.

Ao todo, quatro propostas de automóveis diferentes com configurações distintas: Solar O, Solar L, Solar A e Solar R. Um utilitário, um monovolume, um familiar e um desportivo.

Todos têm como curiosidade o facto de poderem ser carregados em andamento com a luz solar, além do carregamento tradicional através da rede elétrica.

No Solar A, por exemplo, é possível percorrer até 80 km com o recurso apenas aos painéis solares. Combinado com a energia acumulada nas baterias, a autonomia pode chegar aos 350 km por carga.

Contudo, o carregamento via painéis solares colocados no tejadilho e capô do carro precisam entre 5 a 6 horas para carregarem, o o que “corresponde às necessidades das viagens em cidade em circunstâncias normais”, refere a Hanergy em comunicado.

A superfície dos painéis solares pode ainda ser aumentada quando o veículo está parado para permitir um carregamento mais rápido. Existem duas maneiras de o fazer: utilizando temporariamente as janelas como painéis extras, ou desdobrando os painéis solares do tejadilho (estilo estação espacial).

Desta forma, os painéis do Hanergy Solar A podem ser alargados a 7,5 metros quadrados, permitindo uma carga solar completa em cinco horas.

Para já não há preços para a sua comercialização, mas a Hanergy tem como objetivo apresentar soluções comercializáveis nos próximos três anos.

2016-09-01t095431z_354504288_d1betyttidab_rtrmadp_3_britain-eu-pmi

Venda de veículos novos recua 11% em agosto, diz Fenabrave

As vendas de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos no Brasil recuaram 11,26% em agosto, na comparação com o mesmo mês de 2015, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (1) pela federação dos concessionários, a Fenabrave.
Foram emplacados 183,9 mil veículos novos, ante 181,4 mil em julho, o que representa uma leve alta de 1,37% na comparação com o mês imediatamente anterior.
Ainda tímida, esta é a 4ª alta consecutiva sobre o mês anterior, e o melhor resultado de 2016. Desde maio, as vendas apresentam pequena melhora mês a mês.
Porém, a média de vendas por dia útil, um indicador chave da demanda do setor, recuou no comparativo entre agosto, que teve 23 dias úteis para emplacamentos, e julho, que teve 21. A média no período caiu de 8,6 mil para 8 mil licenciamentos, informou a agência Reuters.
O mercado brasileiro de modelos novos ainda acumula queda de 23% de janeiro a agosto, com 1,34 milhão de unidades comercializadas, ante 1,75 milhão no mesmo período do ano passado.

Marcas

Na briga para ver quem cai menos, a Chevrolet está levando a melhor, somando 16,7% das vendas de carros e comerciais leves de janeiro a agosto.
Em segundo lugar, a ex-líder Fiat tem agora 15,49%, mas tenta se recuperar com o crescimento do pequeno Mobi e da picape Toro. A Volkswagen é a terceira com 12,8% do mercado, seguida por Hyundai (9,89%), Toyota (9,17%), Ford (8,81%) e Renault (7,46%).